Buscar no Portal

18 de Novembro, 2016 às 05:37 Por: Anini

Sobrinha Amamenta o Tio que a Come Viciado

tags: Sobrinha, morena, tio, safados, mamada com leite, no cio, chupadas, sexo fogoso, oral, vaginal, boquete, peitões, bundona, pingolona
Esse conto possui 26687 visita(s).

Oi! Pessoal!

Bela madrugada!

Gente acordei a pouco e pensei em vocês, cá com meus botões, veio a ideia de relatar o restante do caso que presenciei de minha sobrinha Maria Eduarda com meu cunhado Wagner.

Então vocês já leram o início do caso quando descobri o envolvimento dos dois, agora vou contar o restante. A noite estávamos na varanda da casa, vocês sabem como é o procedimento em casa de praia todos juntos, conversando, contando piadas ou até mesmo ouvindo música.

Eu de olhos nos dois, estavam inquietos, sempre se olhando, ela bem queimada bronzeada, ele também. Sempre que possível e ninguém via, ele a chupava, ela vivia sem soutien facilitando as mamadas, o cachorro é mesmo depravado e ela nem se fala, ele passava o dia pastorando sua bezerra, que o olhava provocante languida. As vezes o bebe mamava e ele de olho, afinal o peitos da moleca eram bonitos, ele apertava a boca e a pica suspirando.

Atrevidos, no meio da tarde foram para os findos do terreno, e se satisfizeram parcialmente, ele mamando nos peitões e ela punhetando a pingolona ou seja a rolona do homem, não tem medo do perigo. ele mama, mama e suga o leite degustando todo ela goza e se abaixa e chupa a rolona e ele goza. Se apressam e voltam a casa separadamente.

O namorado de Dudinha por perto acho que também mantinha sexo mesmo com a casa cheia, a cachorra dava um jeito. Porem a noite quando o bebê dormiu ele foi embora, tinha trabalho cedo no dia seguinte.

Ela o levou até um certo ponto, certamente para uns beijinhos rápidos. Na volta passou dizendo que iria ver o filho, alguns minutos Wagner foi atrás, gente disfarcei e o segui com certa distância.

Eles foram se encontra na casa vizinha que não tinha ninguém, lugar apropriado, a lua bem convidativa e clara proporcionava uma boa visão.

Gente, foi uma chama ardente quando se viram, ele a segurou pela cintura colando nele e a beijou ardentemente, ela a sem vergonha corresponde sensual manhosa presa nos seus braços.

Rápido ele suspende a blusa e " ver" sim queridos leitores, tem a visão dos seios imensos da cadelinha, ligeiro "mergulha" a face nos seus seios, ela não reage... ou melhor reage e entrega os apetitosos seios segurando-os, e o safado mira e chuuupa um, deixando o outro duro de desejo.

Mas, logo, logo, ele com a imensa mão aperta-o ela solta um rugido de prazer, ele continua sugando e vem leite, ele chuuupa os mamilos dos peitões da cabrita, cena excitante ... ela se esperneia e ele segue mamando com o gotas do leite escorrendo.

- "Tava doida pra desmamar, meus seios duros."
- "Você está dando pra ele."

- "Ele não gosta, por isso nem me toca."
- "Está bom de acabar com o namoro."

- "Não posso, senão desconfiam."
- "Eu sinto ciúmes."

- "Eu sou sua, mesmo você casado."
- "Minha lobinha, minha cadelinha."

Ela o beija roçando os peitões no seu peito cabeludo e troncudo ele gosta. Gente uma cena de pura excitação, confesso que me excitei desde o início.Enquanto se beijam ele tira a blusa dela e joga no chão.

Vocês pensem! Imaginem uma mulher de seios fartos, quadril largo, coxas e pernas grossas cabelos longos soltos, não é extremamente sensual? Completo os dados seus peitões duros com o bronze quase no meio dos peitos! Pensaram?

Isso mesmo, o cinquentão enlouqueceu e sem perda de tempo espalma a mão por baixo da saia e encontra a" priquita", ela geme morna ... geme safada e ele cerra os olhos, puxa a calcinha minuscula, que se parte na lateral e caí. Fica nua somente com a saia curta.

Pessoal! Ele esfrega a mão na" priquita" com ela continua gemendo para uma loba se deliciando e por fim murmura.

- "Quer tomar leitinho?
- " Siiim."

Gente a reação do homem é de extrema excitação, Dudinha o abaixa e se encontra na face dele... ele reage e lambe abocanha e chupa a xoxota da cadelinha que murmura rouca.
- "Tire minha saia."

Ele prontamente hábil o faz. Agora instigo, incito, provoco vocês, imaginem uma potranca nua ... nua bronzeada com as marquinhas do sol provocante vista por um potrão maduro!! Realmente é o que pensaram, ele faz tudo tudo que ela quer.

Sabem o que o espera? Não, não sabem, mas eu conto agora pormenorizando, ela aperta os vastos seios deixando o leite escorrer por seu corpão ... e ele bebe no "copo da boceta" que fica encharcada, ele sugando.

Gente, pasmem! Ele é lactante, viciado, dopado, acostumado e ama mamar "tomar leitinho" de forma inusitada, ou seja na xoxota, desde que seja de verdade. Ele suga o leite escorrendo e ela apertando os peitões, bebericando gota a gota, mas, não dura muito.

Ele levanta-se e de fato é direito abocanha os peitões da cachorrinha e mama mordicando com a safadinha nua sendo saciada e gemendo, urra e goooza.

Depois do seu gozo, ele se deita no chão e Dudinha vem por cima, coloca a xoxota próximo no seu rosto que se esforça e alcança o "xibiu" da perdida e chupa lambendo toda.

Mas a pecaminosa se curva e tira o picão de dentro da bermuda, ele sem cueca, e esgaça a rola e punheta punheta e chupa na pressão a cabeçorra... ele solta o priquitão e geme geme geme ... ela não satisfeita abocanha quase toda e lambe... chupa e ele entra em pré gozo.

Ela de vira seu bundão e sensual, e senta na virilha dele, levanta o bumbum e vai enfiando a pingolona dentro da boceta... ahhh! entra e ... cavalga ... cavalga dando pulinho literalmente, os peitões balançam, um quadro sexual.

Ela rosna como uma Loba nas mãos do gauchão, maduro, mas ele é galo de briga e come come a xana da ordinária que goooza. Ele a tira pica acessa, erguida e se levanta e a levanta puxando-a, mas a cachorrinha sabe o que a espera.

- "Amo comer esse rabão, ainda mais queimadinho, vermelhinho."
- "Coma, meu cuzinho bem gostoso, mete meu lobão."

Dudinha se escancara com bundão pra cima, se arreganha, ele por trás cospe na pica e mete no rabão da pilantra, ela tem sobressalto, os peitões balançam, ela grita... reclama... rosna ... mas se abre e ele enfiiia todo, ela tem ar de satisfação, seu cuzinho atolado com a pica e a cachorrinha gostando... sua face é de prazer ... transpira ... mas não se entrega... alias se entrega ao êxtase... que parece gostar de dar ... pois num determinado momento surrara.

- "Come amor, como sua Dudinha."
- "Sim minha vaquinha de leite."

Ele come... come ... metendo o punhal ferrando o cuzinho apertado da sujeita, mete mete ... ela enfia o dedo na priquita e gooozam. Ficam ainda na safadeza, ele mamando de verdade nos ubres da vaca sem vergonha que joga a cabeça sensualmente levando o cinquentão a loucura e ela transtornada de prazer. Estão viciados em outra oportunidade conto o restante.

Gente, fiquei pasma e voltei para a roda de conversa. Perguntaram por onde andei falei que estava olhando a lua. Ele veio depois é ela não apareceu certamente foi tomar banho.


Comentem e releiam...

Comentários

18 de Novembro, 2016 às 17:37
Lobo NOTURNO
Querida Anini!! Continuas te superando!! A DUDINHA lembra a minha namorada!! MULATA GOSTOSA e SAFADA!! Continuo DESEJANDO e AMANDO!! Beijos... LOBO NOTURNO

1