Buscar no Portal

04 de Agosto, 2020 às 12:18 Por: Bernardo Lingam

Alice no pênis Maravilha

tags:
Esse conto possui 1652 visita(s).

Olá, me chamo Alice . Tenho 1.72 de altura 54kgs, cabelos loiros e olhos castanhos bumbum empinadinho e seios fartos .
Vou relatar a vocês meu conto baseado em fatos reais .

Sou casada a oito anos e o que meu esposo não tem de pinto ele tem de língua , mais como todo casamento o sexo fica frio e a gente sente falta de um sexo selvagem .
Trabalho em um supermercado e sou nova lá.
Certo dia estava no trabalho e estava sem movimento e começou uma correria dos funcionários e eu sem entender nada fui perguntar a uma colega o que estavai acontecendo e ela disse que o dono ia visitar a loja (MERCADO É MUITO FAMOSO POR ISSO NÃO VOU CITAR O NOME ).

Eu estava no caixa e a movimentação parecia ter acabado, então surge um cliente no meu caixa um homem de uns 60 anos corpo atlético olhos verdes barba grande e muito elegante.
Ele me disse. ..
– Você é nova aqui ? Não lembro de ter visto você .

– Sim. Tem um mês que estou aqui .

– você está gostando?

– Paga as minhas contas e isso eu gosto . ( Dei uma risada )

– Gosto de mulheres honestas . Vi que você usa aliança, mais vou ser ousado e perguntar se você não quer sair comigo depois do trabalho.

Fiquei chocada e imediatamente respondi não.
Como ele poderia ter pensado nisso . Nunca fiz nada disso. Meu marido foi meu primeiro homem. Só que aqueles pensamentos estavam tomando conta de mim e sem perceber estava imaginando a gente transando e estava molhada .

Dias se passaram e eu esperava ansiosamente para ver ele de novo, sem sucesso .
Depois de duas semanas lá estava ele, lindo cheiroso e com seu terno que deixava seu corpo mais atraente.

Ele olhou pra mim e eu sorri .
Logo ele veio ao meu caixa e disse que sentiu Saudades do meu sorriso .
Decidi ser atrevida e disse que eu senti Saudades do seu perfume.
Ele perguntou que horas eu saia se ficava até o fechamento e eu disse sim .
E ele foi embora sem dizer mais nada pra mim.

Não entendi a reação dele eu esperava que ele fosse marcar alguma coisa ou pelo menos tentar, só que ele ficou quieto e foi embora. Mais eu estava com tanto tesão que fui até o banheiro do supermercado e me toquei lá mesmo. Mais não foi o suficiente logo estava com a bucetinha pulsando de tesão lembrando dele.

As horas se passaram e fim de expediente. Mais quando estava saindo começou uma chuva forte. Só que morava em outra cidade ( MERCADO EM JUNDIAI E EU MORO EM VINHEDO ) e tinha que correr pra rodoviária se não ia perder o último ônibus e tomei chuva. Estava molhada com uma blusa branca grudada no meu corpo e uma calça jeans e confesso que minha vontade era tirar a calça e andar sem.

Estava andando até a rodoviária e parou uma caminhonete ranger rouver preta eu assustei e tentei ir mais rápido quando o vídro abriu e disse. Dona do sorriso lindo e eu sabia que era ele minhas pernas estremeceram na hora meu coração acelerou e confesso que aquela sensação tomou conta de mim eu parei e sentia minha buceta pulsar de tesão.
Ele perguntou se eu queria uma carona .
– Estou toda molhada ( disse isso passando a mão pelo meu corpo e mordendo meus lábios ) .

– Ele disse que não tinha problema.(Fez cara de surpreso )

Entrei no carro e fingi que estava com frio ele parou o carro em uma rua deserta tinha três casas na rua e pouca iluminação. Eu querendo fazer a santa pervertida disse …
– O que você está fazendo aqui ? Aqui não é caminho da rodoviária eu vou acabar perdendo meu ônibus. (meus braços estavam arrepiados só de pensar no que estava prestes acontecer minha buceta já estava toda molhada e pulsava de tesao.)

Ele sem dizer nada me puxou brutalmente e me beijou. Um beijo intenso , quente.
Eu decidi deixar a santa de lado e virar uma pura mesmo.

Tirei toda sua roupa e quando tirei sua cueca lá estava ele grande uns 20 cm não tão Grosso com a cabecinha rosada e brilhava. Não pensei duas vezes e comecei a chutar aquele pau, comecei passando a língua na cabecinha , depois passei a língua naquele mastro sensacional chupei suas bolas enquanto punhetava depois cai de boca e chupei como se minha vida dependesse disso. Ele gemia e se torcia no banco enquanto puxava meus cabelos . Depois ele me pediu pra parar e me pediu para ir ao banco de trás eu muito boazinha fui sem reclamar.

Ele tirou minha roupa e ficou uns dois minutos olhando minha bucetinha rosada e se masturbando aquilo estava me deixando maluca eu comecei a passar os dedos no meu clitóris e a lamber e ele entendeu o recado e caiu de boca passava a língua no meu clitóris e enfiava dois dedos na minha bucetinha a essa altura encharcada eu não estava aguentando mais queria aquela pica dentro de mim. Comecei a implorar pra ele me comer, ele parou de me chupar e sentou no banco e eu louca de tesão sentei lentamente naquela pica aproveitando cada instante e comecei a aumentar as kikadas ele massageava meus seios urrava de tesão e eu comecei a rebolar sem parar, quando percebi que ele ia gozar então parei e ele puxou meus cabelos mordia meu pescoço me pedia pra continuar eu só disse que continuava se ele fudesse meu cuzinho. Sim gente o tesão era tanto que queria dar o cuzinho ( NUNCA TINHA DADO O CUZINHO ANTES ).

Ele concordou, então fui sentando lentamente com meu cuzinho no seu pau enquanto ele massageava meu clitóris e doía muito mais logo a sensação de dor dava lugar ao prazer e quando percebi estava kikando naquele pau feito uma louca e gemia muito meu corpo tremia a sensação de prazer tomava conta de meu corpo foi quando percebi que ia gozar enão comei a sentar mais rápido naquele pau maravilhoso e gemi tão alto não me importei se alguém estava escutando, Gozei gostoso naquela pica e logo em seguida ele gozou tambem.

Não disse mais nada só dei um beijo nele e vesti minha roupa. Ele disse que me levaria até em casa e eu concordei com a cabeça, quando chegamos ele me deixou na rua de cima e disse que queria me ver novamente e eu disse que não, ele então perguntou se eu sabia quem ele era e respondi que não, então ele sorriu e disse que amanhã me contava no trabalho. Disse Tchau e sai sem dar Beijo nem nada.

Cheguei em casa meu esposo tinha ido viajar a trabalho, tinha três chamadas e mensagens no zap avisando.
Pensei naquela foda a noite toda e no outro dia fui trabalhar mais pensei que não o veria novamente.
Quando chego pra trabalhar me chamam na sala de reunião pois o dono queria conhecer o novo quadro de funcionários e quando eu chego lá meu coração gelou e minha cara mais ainda.
Ele comprimentou a todos que estavam lá, fez um breve discurso e mandou todos ao seus afazeres e quando eu estava saindo ele me chamou e disse que tinha uma dúvida a respeito do meu currículo que queria conversar.

Todos saíram e ficamos só os dois.

E ele pediu pra mim sentar e abriu o laptop.
Me mostrou imagens minhas de diversos dias chegando para trabalhar e disse que me olhava já tinha algum tempo e que ontem foi a melhor noite da vida dele que ele queria repetir. Eu fiquei assustada mais quem tá na chuva se molha então perguntei se ele tinha certeza é ele disse sim. Eu mais que depressa levantei e tranquei a porta da sala de reunião e ele desligou a câmera da sala pelo laptop e tirei a roupa e transei com ele ali mesmo na mesa só que dessa vez sem fazer barulho ele meteu loucamente na minha bucetinha e quando percebi que ele ia gozar tirei seu pau e chupei até ele gozar na minha boca .

Nós vestimos e saímos da sala como se nada tivesse acabado. No trabalho eu fingia que não gostava dele para as outras pessoas não perceberem e viramos bons amantes durante meses.

Comentários

03 de Outubro, 2020 às 23:09
Cacete gostoso
Safadinhas a fim de sacanagem que curte um cacete grosso vem goza gostoso vou deixa sua boceta molhadinha chama lá 19983567494 vem tô de pau duro e babando

1