Buscar no Portal

10 de Janeiro, 2018 ŕs 09:36 Por: Denar

MEU MARIDO NÃO ME ENXERGA COMO UMA MULHER SENSUAL

tags: CONHEÇO ELA GOSTOSA
Esse conto possui 1100 visita(s).

CONTO ESTE RELATADO PELA PRÓPRIA GRACIELLI, AOS LEITORES UMA BOA VIAGEM DENTRO DESTE CONTO,MUITO IMAGINAÇÃO E TESÃO.




Sou a Gracieli 32 anos morena , magrinha ,alta , cabelos castanhos , me acho gostosa e olhe na foto que postei e vc vai ver , bem sou casada com o Leandro de 35 anos tenho 2 filhos com ele , mas na realidade ele é um cara botequeiro , sempre que tem folga esta no boteco com amigos , é um cara trabalhador mas , não está nem ai ou seja esquece da esposa como a maioria dos homens , eles acham que casou a mulher fica em casa e ele com amigos gastando as vezes falta coisas em casa , um doce ou um refrigerante pro filho , mas pra beber com amigos tem , precisei ir ao trabalho para garantir uma vida melhor aos meus filhos , então consegui um emprego em uma padaria , me sai muito bem pois trabalho com muita dedicação , meu patrão é um cara de 54 anos muito bonito, me elogiava como uma ótima funcionária , mas também uns elogios como mulher , foi ai que comecei a prestar atenção no cara , e me despertou a curiosidade de saber realmente que tipo de homem que se escondia ali atrás daquele coroa bonitão , mas eu tinha um casamento , casamento este onde o marido acha que ele pode tudo , então ali no trabalho eu as vezes fico sozinha com meu patrão , pois as vezes os outros funcionários saem para o almoço , foi em um dia destes que conversando ele me deu um selinho , fiz de conta que não gostei mas adorei , deste selinho surgiu na sequencia um beijo e um abraço forte , em seguida veio o convite pra sair , resisti , mas passados 10 dias após o convite veio outro eu claro aceitei , pois abraços e beijos sempre rolava , então marcamos o dia , ele me pediu vá ao meu encontro a mais bela mulher , então eu fiz uma bela produção , cabelos longos solto, conjunto de lingerie preto , vestido preto , salto preto , o fiozinho lógico bem sexy e enterrado do jeito que homem adora , então peguei um táxi e fui até o local marcado e lógico ele já estava ali para me pegar , me levou a um ótimo motel , chegando lá me abraçou me beijou senti ali os desejos , pois senti o volume nas calças dele junto ao meu corpo , com as mãos colocadas em minhas nadegás ele me apertava contra o corpo dele , me beijava como um desesperado falando te amo e foi lentamente descendo o zíper do meu vestido , que fica na parte de trás , ao abrir ele puxou tirando meus braços o vestido caiu no chão ele se afastou e ficou pasmo ao ver meu corpo , simplesmente falou fantástico , que linda , gostosa demais , voltou a me abraçar e me beijar , eu ali em pé se lingerie e salto , comecei a tirar a camisa dele , enquanto ele se livrava dos sapatos , desabotoei a calça , ela caiu e naquela cueca bóx um volume extraordinário eu então fiz o que homem adora , suavemente peguei no membro dele que pulsava , tirei pra fora da cueca e percebi que era mesmo um lindo pênis , mas daqui pra frente vou usar uma linguagem mais vadia , quando segurei a vara dele , comecei a acariciar e punhetar , ele desabotou meu sutien e meus peitinhos durinhos os bicos apontando pra ele , ele nem tempo perdeu e mamou os meu dois peitinhos, pediu pra mim desfilar de salto e fio dental pra ele ver , eu claro obedeci , mas ele não se continha me beijava a bunda , abraçava minhas pernas , eu simplesmente sorria ele desesperado passava a língua no meu rego eu sentia a língua dele passar no meu cuzinho derepente ele me tira a calcinha me deixa de salto , colocou uma das minhas pernas na cama e deixou o outro no chão entrou por baixo de mim , lambendo tudo , buceta e cuzinho eu claro estava louca de tesão , mas ele lambia minhas coxas , subia na buceta , chupava meu grelo , tirou meu salto e me deitou na cama , ai senti a fúria do homem , pois ele enfiava a língua no meu cuzinho , chupava minha buceta com vontade mas derepente deitou com aquele cacete duro como ferro eu claro queria mamar , então coloquei a boca no pau deixei entrar a cabeça e segurei comecei a mamar , sentindo a cabeça inchar dentro da minha boca , depois descia engolindo até o meio , pois não consigo fazer garganta profunda , tirava a vara da boca e colocava uma bola , tirava uma bola colocava a outra , tudo depiladinho , ele já não suportava mais e pediu pra mim senta no meu pau eu obediente pois ele é meu patrão , me ajeitei e fui sentando naquele cacete grande e grosso , minha bucetinha sentiu de inicio uma dorzinha , mas o tesão invadiu pois eu descia e subia na vara ele apoiou a mão por baixo me ajudando a subir e descer , fudendo assim eu não aguento gozo rápido nesta posição , falei assim eu gozo e ele disse goza na minha vara vai , então não aguentei e quando eu fui gozar ele disse senta fica quietinha quando gozar eu obedeci , quando minha porra estava saindo sentei até o pé e parei , minha buceta e meu cuzinho piscando ele não suportou e eu senti os jatos esguichando dentro de mim , os gemidos dele enormes sem camisinha e olha que posso engravidar , descansamos tomamos banho e ele começou outra vez a me grudar , mas eu sabia o que ele queria , dito e feito , me disse quero comer o cuzinho eu lógico deixei pois ele merece , pegou 2 saquinhos de gel me colocou na posição franga assada ,lubrificou meu cuzinho e a vara dele, ergueu minhas pernas colocou nos ombros dele , meu cuzinho ficou a mostra pra cima então ele colocou na portinha e foi empurrando , foi entrando a cabeça entrou meu cuzinho quase cortou a vara dele , ele falava nossa esta enforcando me pau , mas ele foi empurrando até entrar o corpo todo , senti as bolas na portinha do cuzinho , ele fudeu devagarinho e massageava meu grelinho , todo homem deve saber que quando come o cuzinho tem que massagear o grelo , eu gozei com o pau no meu cuzinho , ele gozou dentro do meu rabinho , saímos felizes , hoje sou amante dele , pois apesar de fazer sexo gosto dele mais do que do meu marido , já ganhei uma moto e um carro dele , meu marido nem imagina sobre este assunto

Comentários

Ainda năo há comentários para esse conto.