Buscar no Portal

07 de Janeiro, 2018 ŕs 14:47 Por: IgorJ

Surpresinha deliciosa pro namorado

tags: Buceta;Rosadinha;Rola;Gostosa;Safados;Calcinha;Salva Vidas;Cuzinho; Boquete; Foda; Sexo; Atoladinha; Rego
Esse conto possui 2181 visita(s).

(Conto Real)

Bom, esse conto e a foto são reais meu e da minha namorada, temos
21 e 22 anos, somos um casal que visivelmente, temos uma relacionamento incrível e que olhando as fotos das rede sociais não dá pra imaginar nada de quanto somos safados na cama e o quanto já fizemos loucuras. Sou moreno, trabalho de guarda vidas e ela branquinha, a pouco começou a malhar e como ela já tem genética ta ficando cada mais gostosa, tem uns pernões (genética) que com a academia so ta melhorando, uma bunda deliciosa, de 4 é uma visão que deixa louco, peitos médios. Já fizemos sexo em carro, praia, com gente no quarto, em luais, oral, anal (tenho um conto eu comendo o cuzinho dela), banheiro, experimentamos diversas posições, gostamos mais do tradicional de 4, papai e mamãe e ela por cima quando ela ta safada.
Fui chamado para trabalhar de guarda vidas no verão, minha namorada estava trabalhando numa loja da praia, que vende roupas íntimas, era uma sexta - feira ela disse que iria fazer uma surpresa pra mim, eu já fiquei todo excitado. Fomos para o parque com os pais delas, porém nesse dia, houve uma briga de família, e desistimos do parque, eu entendi. Mas fiquei só na vontade e ela também, não fizemos nada essa noite. No outro dia, acordei cheio de tesão, estava doido pra fazer um sexo gostoso com ela, sou tarado no corpo dela, ela é gostosa e branquinha. Marcamos de sair depois do trabalho dela para tomarmos cerveja e catuaba, ela disse que eu teria uma surpresa, então sugeri uma catuaba que deixa a gente quentinho.
Enquanto ela trabalhava, eu estava em casa, o tempo todo provocações pelo whats app e eu ficava me tocando por cima da bermuda, a cabeça do meu pau estava pegando fogo, disse que queria tocar uma pra ela. Ela falou que se eu fosse gozar rápido era pra eu me tocar que na minha surpresa eu ia enlouquecer. Tomei 3 banhos gelados, pois estava quase gozando e suando, pq é verão e isso aconteceu sábado 6/01, estava louco para foder o cuzinho dela nesse dia, então combinamos que eu podia comer.
Ela saiu do trabalho, tomou um banho e eu tb, bem gelado. Fui para casa dela, quando cheguei lá, ela estava com um vestido que aperta na cintura, deixa ela com um bundão, os peitinhos tudo perfeito, era a primeira vez que ela usava esse vestido que eu dei. FIquei maravilhado com a cena só pensando no que teria depois. Fomos para uma distribuidora e ficamos la conversando com uma amiga e bebendo cerveja, tomamos duas cervejas e decidimos comer algo, fomos até uma feira e comemos um pastel com uns salgados, voltamos lá na distribuidora para comprar uma catuba, ela estava escondendo algo na bolsa, eu nunca imaginei que ela compraria um objeto sexual por ela ser tímida e ficava confuso em saber o que tinha lá.
Compramos a xixa e fomos para minha casa pegar dois corpos para beber na praia e depois foder, meus pais estavam lá, mas isso não foi problema, ela estava toda excitada e animadinha com o q a gnt tinha bebido e querendo fazer minha surpresa:

-Posso fazer a surpresa logo?
- Fazzz!
- Deixa pra depois da praia
-Faz logo! ( eu estava todo curioso querendo saber oq era)
- Então você não pode entrar no quarto.

Fiquei de fora esperando e me veio todo aquele tesão que eu estava durante o dia, fiquei passando a mão em cima da bermuda, enquanto ela fazia algo no quarto e disse para eu entrar só quando ela falar.


- Entra...

Entrei e vi uma cena deliciosa, ela de pernas abertas, sem roupa de cima com uma calcinha fio dental, atolada no meio da bucetinha e no rabo, escrito "Salva Vidas", com uma cara de safada ela deu uma risadinha, ja fui trancando a porta e tirando a roupa.

- Você está uma delicia!
- Eu disse que tinha uma surpresa. Vem!

MInha mulher pelada na cama com uma calcinha atoladinha, falando "Vem" e de ficar louco. Comecei a beijar ela, ja fui descendo a mão na barriga e passando por cima daquela calcinha e apreciando aquela fantasia gostosa. Eu passava a mão levemente na buceta dela por cima da calcinha e deslizava o dedo no cuzinho, ela já se molhando toda. Aquele beijo quente, tirei a cueca o pau já pulou pra fora. Pedi pra ela ficar de quatro, queria ver aquela cena com aquela calcinha e ela de quatro. Estava tudo atolado no rabo dela, joguei aquela calcinha de ladinho, começei a chupar o cuzinho e acariciar a bucetinha rosadinha dela, fiquei acariciando um tempo e quando fui chupar a buceta ela se levantou.

- A surpresa é minha! Você que ta fazendo as coisas? Vem cá

Ela queria me pagar um boquete, fiquei de joelhos na cama e ela de quatro com aquela calcinha atolada, me deu uns beijinhos e foi descendo, beijou a cabecinha no meu pau. Nessa hora comecei a sentir um tesão incontrolável, minha cabecinha estava pegando fogo, pois me toquei e não gozei o dia todo. Ela começava a babar meu pau e chupar ele delicadamente, devagarinho e deixando tudo babado, eu explodindo de tesão. Peguei o celular e tirei uma foto dela de me chupando, pois precisava registrar aquele momento, e tb aproveitei e filmei o boquete. Enquanto eu filmava ela aumentou o ritmo, eu estava com sensações incríveis de prazer e larguei o celular. Ela parou o boquete, olhou pra mim

- Deita!

Deitei, ela desamarrou o lado da calcinha, deu uma esfregadinha no meu pau devagarinho e já foi colocando meu pau dentro. Senti uma sensação de relaxamento na hora nesse momento, era o que eu queria, sentir prazer, estava o dia todo esperando aquilo. Ela ficou devagarinho, cavalgando e olhando pra mim com cara de safada, eu cheio de tesão comecei a chupar seus peitinhos. Ela cavalgava, devagar e depois aumentava.

- Gostou da minha surpresa, amor?
- Você ta uma delicia, estou ficando louco!
- Aproveita! (Enquanto isso ela aumentava o ritmo e eu cheio de tesão)
- Desse jeito vou gozar
- Aguenta mais um pouquinho.

Quando ela viu que eu estava cheio de tesão mesmo que estava esperando o dia todo por aquilo, ela começou aumentar o ritmo babando meu pau todo, sentando gostoso e forte, mostrando o que é ser mulher de verdade na cama e safada.

- Então goza! ( E deu uma sentada mais forte)

Comecei a gozar a partir dali, enchendo toda sua bucetinha de muita porra que estava guardada, e ela continuando sentando, e a porra começava escorrer pra cima de mim, até que fiquei com o pau sensível e tivemos que parar por um momento.
Ela estava louca pra gozar e não tinha gozado, deitou no chão. Para esperar eu descansar

-Vai demorar subir?
- Já já sobe.
- Então vamos na praia, depois a gente volta e termina
Eu não sou nada bobo e percebi que ela estava cheia de tesão ainda e não iria deixar ela na mão, disse que iriamos ficar para terminar aquilo, agora eu já tinha se livrado daquele tesão todo acumulado e ia dar um trato nela. Ficamos ali... De repente ela me olha com cara de safada, abre as pernas e leva sua mão até sua bucetinha e começa se tocar olhando pra mim. Ahhhh, ai não tem como ... Coloquei a mão no meu pau e se tocar pra ela, e ela olhando se masturbando pra mim. Meu pau ficou duro, fui pra cima dela, mas ainda n estava o suficiente, voltei a sentar na cama e me tocar, e ela não parava de se tocar. Como sei que o boquete dela deixa meu pau igual uma estaca, pedi um boquete. Ela olhou, veio engatinhando de 4 e começou me chupar, chupava e eu já cheio de tesão de novo.

- Vem me comer de 4.

Subiu na cama e ficou de quatro, que delicia! Coloquei o pau lá no fundo e comecei a socar, socando la no fundo consigo bater em grande parte da vagina dela, ela soltando uns gemidinhos baixinho, doida para gritar e gemer alto, mas n podia. Nem sabíamos onde meus pais estavam mais. Eu socava la no fundo, ela gemia, puxava o cabelo dela, ela de quatro bem gostosa, aquele cuzinho raspadinho olhando pra mim, mas até tinha perdido a vontade de comer ele, queria só foder ela o tempo todo. Comecei a acariciar o cuzinho dela pra dar mais tesão e ela gemendo gostoso, aquele gemido de mulher que o homem gosta, com aquela vozinha doce. Fodi muito ela de 4, ela se virou me puxou

- Vem por cima.

Ela gosta de gozar comigo por cima, pois a medida que meto eu soco o grelinho dela e roço bem gostoso. Por cima sei me virar muito bem, coloquei meu devagarinho nela e ela ja toda suadinha, eu tirava cada centimetro dele e colocava de novo dando uma encostadinha com a pelve no grelinho, fazia isso repetidamente e a cada socadinha no grelinho devagarinho ela soltava um gemido e falava

-Ai que delicia! To ficando louca de tesão. Me come, vai!

A buceta além de molhada estava toda suada, o'que facilitava foder o grelinho, comecei aumentar o ritmo e ela segurando os gemidos me apertava contra ela, enquanto eu soltava o peso do corpo e com o pau lá no fundo, só ficava esfregando no grelo dela com força. E ela:

- Desse jeito vou gozar, amor!
- Goza bem gostoso no meu pau, sua safada.

Ela começou me apertar e a rebolar também, enquanto eu por cima puxava um pouco o pau e socava no grelinho dela, que quando ela está cheia de tesão, faço isso devagarinho ela adora, pois n encosto totalmente no grelinho e isso deixa uma sensação de escassez no grelinho e ela fica mais louca para gozar. Fiz isso repetidamente, ela aumentou o ritmo e me apertou mais forte dando suspiros e gemidos no ouvido.

-Goza nesse pau vai, amor!
- "Ahh. Ahh. Ahh" Vou gozar, amor... Ai que delicia, vai!

Vendo ela suspirar, gemendo e gozando no meu pau, com aquela buceta contraindo e apertando ele, começei a meter forte e gozar junto com ela, ela gemia gostoso, até que passou a sensação dos orgamos e veio aquele relaxamento da a gente gozando junto. A buceta dela tb fica sensível depois de gozar e depois paramos ali, ela deu um ultimo suspiro.

- Ainnnnn.
- Que delicia!

Demos uns beijinhos ali e ficamos conversando sobre aquela situação e como ela comprou aquela calcinha, ela já tinha comprado antes de eu ser chamado para trabalhar e quando fui chamado ela se animou toda. Eu adorei a surpresa! Somos um casal realizado!



Comentários

Ainda năo há comentários para esse conto.