Buscar no Portal

03 de Janeiro, 2018 às 12:59 Por: Zaqueu

A Melhor Fantasia

tags:
Esse conto possui 2937 visita(s).

O que passo a relatar agora é uma fantasia que sempre tive desde o incio do casamento . Sou casado à 19 anos, sou loiro, tenho olhos claros, bonito e muito discreto, minha esposa é morena clara, dos olhos castanhos, cabelos castanhos, muito bonita e também muito gostosa, dona de uma bunda maravilhosa. A minha fantasia é vê-la transando com outro homem. Só que sempre existiu uma grande barreira, como eu iria dizer isso para ela? Ela que sempre foi uma mulher diferente das outras, nunca foi de andar com roupas curtas, nunca me faltou com o respeito, sempre zelou muito por sua imagem e sempre gostou de ser respeitada. E agora eu teria que planejar algo bem construtivo e convincente. Comecei então a fantasiar nossas transas, toda vez que iríamos transar colocava um filme pornô para assistirmos, e aí começávamos à nos acariciar, entre as imagens eu fazia perguntas do tipo : você está gostando? E ela respondia que sim, e continuava a fazer perguntas: você gosta do pau dele entrando nela? E ela respondia: eu gosto ele mete nela com força, é assim que você vai fazer comigo perguntou ela? Eu então dizia que sim, aí perguntei se ela gostaria de ter o pau dele para ela poder brincar, ela me disse que já estava satisfeita com o meu, e assim foram várias tentativas de fazer com que ela participasse pelo menos da imaginação, até que comecei a insistir dizendo olha como esse cara do filme come essa mulher , você quer provar o pau dele? Ela me disse você não liga? Eu respondi claro que não, então ela falou só se você ficar bem pertinho e não me deixar sozinha , eu disse fico do seu lado o tempo todo, então ela falou: você vai deixar ele me comer com aquele pinto enorme? Eu respondi : se você não liga eu também não ligo. A partir desta vez sempre fizemos essa fantasia virar parte de nossas transas. Toda vez que fazia amor imaginávamos o cara do filme ali conosco fazendo amor com ela, e ela sentia prazer com isso, era sempre assim, estávamos sempre fazendo simulações e quando eu relaxava na hora das bombadas que dava nela, ela me dizia: me come amor, me come como ele comeu, ele enfiava aquele pau enorme com força na minha buceta você lembra? Eu quero que você me come como ele me comia, aí para meu delírio percebi que ela estava no jogo. Um certo dia eu vi em um site uma pessoa chamada Negro Raul , fiquei por várias vezes imaginando aquele cara comendo minha mulher, até que um dia liguei para conhece-lo, nos encontramos e ficamos batendo papo, ele me perguntou se eu queria transar com ele e respondi a ele que eu não gostava de homens eu tinha uma fantasia e queria realizar. Eu levei uma fita VHS de minha esposa para ele ver ele adorou, só que tinha que conhece-lo primeiro antes de levá-lo até ela, falei que queria ver o tamanho do seu pinto, ele na hora pôs para fora e realmente era o que mostrava no site ele tinha um pau de + ou – 20cm, aí falei para ele que entraria em contato com ele para combinar alguns detalhes. Ele é profissional e cobra por isso, mas nessas alturas eu estava disposto a pagar, porém seria tudo do meu jeito e estaria próximo de realizar minha fantasia. Bem a partir daí comecei a pensar como iria fazer, até então tudo que estávamos fazendo era pura imaginação e simulação, se eu chegasse em casa com uma pessoa para essa finalidade eu poderia sofrer sérias conseqüências e perder minha esposa. Um certo dia soube da existência de uma dessas casas de caridade que cuida de pessoas deficientes visuais e auditivos e que também cada uma dessas pessoas tem um padrinho onde periodicamente leva eles para passar um final de semana fora dali, comecei então a juntar o quebra – cabeça e cheguei à uma idéia. Chamei minha esposa para visitar uma dessas casas comigo, e ela disse para eu levar a mal pois ela tinha alguns traumas e eu respeitei mas ela falou que eu fosse e depois contasse a ela como foi. Então eu fui e colaborei inclusive com algumas voluntariedade. Voltei para casa dizendo amor é uma entidade muito boa ajudei em algumas situações e até fiquei sendo padrinho de um cara que não enxerga, ele não tem ninguém por isso mora lá, na verdade essa é uma história real porém não seria esse cara que eu levaria para minha casa, continuando : qualquer dia desses eu o trarei para passar o dia com a gente, ela respondeu mas assim sem conhecê-lo? ela perguntou; eu disse não tem nenhum problema amor é um sujeito normal como nós, ela então concordou. Numa sexta-feira comentei com ela que traria ele no sábado já que sábado estaríamos em casa e não iríamos sair, ela disse tudo bem. Eu não perdi tempo liguei para o Raul e falei que pegaria ele no sábado pela manhã e que no caminho nós tínhamos que combinar alguns detalhes. No dia seguinte fui pegar o Raul na casa dele, eu no caminho de volta eu disse você será um cego, você será humilde, será uma pessoa que fale muitíssimo pouco, apenas fará aquilo que eu pedir para fazer. Ele concordou eu então passei para ele um óculos escuro uma bengala tudo que já havia comprado e também o paguei adiantado 50% a mais do que tinha me cobrado. Ao chegar em casa apresentei ele à minha esposa e o levei para o sofá, liguei um som ambiente e falei para ele ficar a vontade que logo iríamos almoçar, falei para minha esposa que a irmã disse que ele não era de falar muito e que tudo que fosse fazer teria que auxilia-lo, dali algum tempo almoçamos e ficamos batendo papo no sofá, depois de um bom tempo já eram 17:00Hs eu comecei dar profundos beijos em minha esposa tentava fazer de tudo para deixá-la com tesão mas ela hesitava por causa da presença do Raul, eu dizia para ela que não ligasse pois ele não enxergava, aí ela dizia que ele poderia escutar, e eu dizia que ele estava quase dormindo ali deitado no sofá e mesmo que ouvisse alguma coisa ele estava orientado a respeitar a todos e a tudo, ela então começou a corresponder aos beijos, então comecei a passar as mãos sob seus peitos apertando sua bunda beijando seu pescoço, podia já sentir ela toda arrepiada, e fazer aquilo tudo ali na presença de um estranho estava sendo mais gostoso meu nunca esteve tão duro daquele jeito, enquanto isso o Raul deitado no sofá assistia tudo sobre as lentes escuras do óculos fazendo ela achar que ele não enxergava nada e que estava dormindo, ela estava vestindo uma calça então pedi para ela tirar ela disse que ali não eu tentava tranqüiliza-la dizendo que ele não estava vendo nada e que estava sendo muito gostoso sentir o gosto do perigo, eu não deixava ela pensar muito por que se tomasse a frente da situação não iria permitir nada, então fui tirando sua calça, sua camiseta e logo estava só de calcinha, ela estava sentada no meu colo e estávamos nos beijando loucamente, ela dizia você é louco , eu dizia sou louco por você e quero possui-la aqui eu já não estou agüentando mais eu dizia para ela imagine ele sentado ali onde ele está assistindo nós dois transando não seria gostoso? Ela respondeu eu prefiro assim como está, eu só fico nua aos seus olhos, então coloquei ela sentada no sofá e comecei a chupar seus peitos, logo fui descendo e já estava chupando sua buceta ela me puxava segurava em minha cabeça e dizia não para, e eu chupava ela toda, ela segurou minha cabeça e apontou na direção do Raul eu perguntei o que foi? Ela disse olha aquilo ele estava com o pau duro com um volume totalmente visível , eu disse a ela deixa ele também é homem, não esquenta a cabeça se ele escutar alguma coisa não vai poder fazer nada, ela disse mas quando ele voltar à entidade ele pode dizer o que aconteceu, eu disse a ela já falei que ele tem que respeitar a todos e tudo ou ele nunca mais sai de lá para lugar nenhum, a partir daí ela se entregou, eu tirei sua calcinha a coloquei de quatro no sofá com o rosto na direção do Raul então comecei a pincelar meu pau na sua bunda não estava agüentando mais até que enfiei meu pau em sua buceta arrancando gemidos e comecei a lembrar das nossas fantasias que tínhamos quando nós transávamos, ela começou a entrar na minha e corresponder percebi que ela já estava olhando o pau do Raul com mais freqüência aquilo me deixava com muito tesão e estava metendo nela com muita vontade e ela já não se segurava mais deixando seus gemidos tímidos mais altos, eu fazia aquele movimento de vai e vem com força empurrando ela cada vez para mais perto do pau do Raul, ela sempre olhando para o volume do pau dele, quando perguntei a ela você quer tocar no pau dele? Ela respondeu não, então eu disse pode tocar eu não ligo imagina apenas que fosse uma daquelas nossas fantasias pode tocar eu quero ver, ela olhou para traz na minha direção e perguntou tem certeza? Eu respondi pode tocar nele sem problema, ela então colocou a mão por cima de sua calça e ficou acariciando dizendo nossa isso é grande demais, eu perguntei é igual do cara do filme? Ela disse eu acho que é um pouco maior, tire para fora e confira, nisso o Raul já se contorcia todo, ela tirou o pau dele para fora e adorou o que viu, dizendo amor nunca vi um assim ele é muito grande nossa que gostoso, e logo me perguntou você não vai achar ruim por eu estar fazendo isso ? respondi dizendo acharei ruim se você não fizer, então ela começou a masturbar ele enquanto isso eu metia nela como nunca havia metido, meu sonho estava se realizando, então eu disse quer chupar ele pode chupar, ela respondeu eu queria tomar um banho, como assim perguntei? Ela respondeu nós três juntos no chuveiro, já tinha entendido ela queria ter certeza da higiene, então fomos para o banheiro e tomamos um banho, quando saímos fomos para nosso quarto e então ela começou a me beijar e aos poucos começamos tudo de novo ela pegou no pau do Raul e começou a sugar seu pau como se estivesse chupando cana eu estava quase gozando só de olhar aquilo ai perguntei a ela se queria sentir um pouco o pau dele dentro dela, ela respondeu que sim, então eu falei para ele se deitar e ela sentou em cima dele encaixando o pau dele dentro de sua buceta o que não foi difícil pois ela estava muito molhada, eu fiquei do lado só olhando e me masturbando ela rebolava em cima daquele pau sem parar estava adorando aquela rola ela dizia o quanto era grande e o quanto estava sentindo prazer ela mexia sem parar até que começou a gemer alto dizendo estar gozando no pau dele naquele momento eu olhando o pau dele entrando e saindo da buceta dela todo melado, ela havia gozado, então se virou de costas para ele e continuou sentada em cima dele só que agora com a bunda a mostra dele, ele aproveitou que ela estava de costas para dar algumas olhadas para a bunda dela, ela pegou meu pau e começou a me chupar dizendo ser essa a aventura de sua vida nunca imaginava ser tão gostoso daquele jeito, ela então começou a dizer que iria gozar de novo naquele cacete e eu dizia então goze amor eu quero ver, ela então me disse você gosta de me ver sendo comida assim? gozando em outros cacetes? outros homens me comendo na tua frente? te da prazer ver eu sendo comida por um pau desses? Então olha por que eu vou gozar outra vez no pau dele olha estou gozando, ai que pau gostoso, então ela se deitou para frente para descansar um pouco, só que o Raul se levantou manteve aquela posição agora ela de quatro e começou a come-la com muita força estocando várias metidas com força, e ela berrava pedindo mais dizia que ele iria matar ela de tanto fazer ela gozar, ele ficou metendo nela por mais ou menos 20 minutos sem parar, então eu falei que agora era minha vez, ela se virou e eu comecei a comer ela com muita força enquanto ela chupava todo o pau dele melado com seu gozo, alguns minutos depois ele começou a gemer alto dando indícios de que iria gozar eu percebi mais fiquei quieto para ver a reação dela, notei que ela também percebeu ao masturbar ele mais rápido e tirar o pau dele da boca deixando apenas próximo para ver o esperma dele saindo em direção a sua cara, não deu outra ele começou a gozar e não parava mais ele deu vários jatos de porra em sua cara em sua boca ela abocanhou ele todo e começou a engolir aquele esperma grosso parecendo mingau ela lambeu tudo me deixando olhar toda aquela cena sem vergonha, não agüentando segurar também gozei em sua bunda. È isso , quem gostou? È uma pena por que esse conto ainda é uma fantasia que não consegui realizar mas valeu a pena ter dividido com alguém essa minha agonia. Para quem quiser fazer comentários ou fazer contatos me chame pelo email e deixe seu contato que responderei a todos.

Comentários

16 de Janeiro, 2018 às 12:24
Nepiqueno
Muito bom esse conto...acho que vou usar essa estratégia....
14 de Janeiro, 2018 às 08:30
Ciganoitaliano
Zaqueu, vc foi sacana comigo. Trocamos fotos, me empolguei com sua esposa. Ia introduzir ela aos poucos, na verdade vc quer ser corno e não tem coragem. O corno manso é aquele que deixa a esposa trepar com outro com o consentimento dos dois. Vc é fraco e será CORNO mesmo, pq um dia ela irá dar para outro e vc não saberá nunca. Mandei o vídeo onde me masturbava e falava que a desejava e vc me bloqueou. Iria comer sua esposa muito gostoso, de manhã forma que iria me querer sempre. Vc foi fraco. Pior que a safada é gostosa e tem cara que vai firme com outro homem, com vc ou sem vc.
04 de Janeiro, 2018 às 15:59
valmir_fatima
Cara, se foi muito cafajeste, ao bolar esse plano, mas deu certo e sua esposa foi devidamente fudida pelo comedor, parabéns pelo conto, pelo plano e pela deliciosa putinha que vc tem em casa.
04 de Janeiro, 2018 às 15:35
dotado35safado
Ótimo conto.. fico puto de tesão ao ler.. e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada as vezes sendo uma evangelica, crente..comprometida ou mulher que gosta de ser bem fodida, mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,depois de algumas exp. passei a gostar demais de ficar cobiçando uma mulher safada, ou vela se exibindo, até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos..e vontade.. whats (19,9233.2798) email dotado35safado@gmail.com

1