04 de Janeiro, 2017 às 10:03 Por: Anini

Pós Réveillon na Praia dei ... dei pra Meu Primo Tudo

tags: Mulata, Primo, safada, no cio, chupadas, sexo fogoso, oral, vaginal, boquete, peitões, bundona, pingolona
Esse conto possui 12664 visita(s).




Saudações Pessoal!

Conto escrito por mim com declarações de Vando.

Gente, só voltarei para a cidade amanhã, quarta feira, tenho ainda uns dias de folga, mas quase toda família se foi, eu fiquei com uma prima de segundo grau e uma sobrinha, ótimas companheiras.

Estávamos na areia tomando sol a tarde no domingo quando meu primo Vandinho apareceu. Sabem quando o corpo sente eletricidade, comichão, pegando fogo ? Isso mesmo que senti, entrei logo no cio. Ele e nos cumprimentou, me olhando eu balancei o corpo deixando o bundão se movimentando proporcionando um convite ao deleito. Sem as meninas perceberam mostrei a priquita, isso mesmo a xoxota, a xibica, a boceta.

Pessoal pra que!! Ele mordia os lábios e eu bem fresca cínica só provocando, baixei o sutiã mostrando um bico bronzeado, estava uma bola de gude de alterado. Piorei a situação, ele ficou alterado avolumando o pênis ... minha pingolona. Sorri é claro mostrando ... mostrando. Ele perguntou.

-“Alguém pode me servi uma comidinha, estou varado de fome.”

As meninas ficaram quietas, me prontifiquei e fomos. Me agarrou logo que sumimos dos olhares delas, nos beijamos ... difícil de descrever. Perguntei porque não veio passar o ano novo conosco ele deu desculpas esfarrapadas murmurando.

- “ Minha mulata gostosa! Estou com sede de você! Quero te pegar de qualquer jeito ...
Eu quase sem fala ele sabendo que me enfeitiça continuou.

-“ Quero te chupar toda... te lamber toda ... lamber a boceta ... meter a língua na xoxota ... provar teu melzinho ...

Eu louca pra dar, mas, provocava-o.

-“ Não acredito.”

Confesso pessoal, o safado estava uma tentação. Alem do mais, eu já tinha visto o instrumento alterado, ele me abraçando sussurra.

-“ Mamar nos teus peitões morder os bicões ate deixar vermelhos e doloridos. Te comer de quatro ... pincelar o pau na xaninha logo meter tudo ... tudo estou com muito tesão ... meu corpo esta queimando de tesão por ti.

Eu azeda, dourada do sol , mas cheia de areia, de bronzeador falei com desdém.

-“Melhor você almoçar, quanto a mim, vou tomar banho.”

Ele parecia não me ouvir e sussurrou.

-“Com muito carinho ... meter no cuzinho ... loucura ... minha gostosa. Quero te ver nua ... nuazinha ... ver teus peitões ... lindos ... você com cara de safada ... de gostosona ... de puta ... só minha puta. Eu te quero ...”

Entrei no quarto, fechei a porta e sorrindo fui ao banho rápido, olhei a xoxota a depilação e refiz uns pelinhos, depois passei um óleo cítrico no corpo, uma chuveirada, e por fim um vapor de perfume que ele ama, me olhei no espelho. Pensem num efeito sedutor ... erótico ... bronze ... marcas ... gotículas e desejos!! Perfeito ele não me escaparia, mas acho que ele não queria mesmo.

Coloquei uma calcinha minúscula amarela cor do ano, e sutiã, minúsculo, sem forro mostrando os bicos acessos e coloquei um vestidinho solto amarelo e branco.
Gente quando sai do quarto, estava estonteante ele me agarrou metendo a mão por baixo do vestido e disse.

- "Hummm... suas ancas estão cada dia maiores, carnudas, gostosas, nem sei como cabe nessas calcinhas, eu senti na praia minha xoxota amarrada ... assim judia da minha boceta."

Ahhh! Estava entregue, me encostei nele sentindo seu suor de macho de viagem , afrodisíaco, eu mesma baixei a alça do vestido ficando de sutiã. Ele hummm... insano abriu a peça e os vi-os, me livra dela largando-o no chão.. Gente, gente! Ele é um pecado, apertou-os com as mãos e logo, logo colocou na boca em um dos seios e chupou ... urrei, urrei alto, gemendo como uma potranca no cio.

Ele me olhando chupando, chupando e trocou de seio ... mamou, mamou mordendo o bico do mamilo, safado desatinado deixando-os vermelhos. Me debati segurando-me nele e ele mamando, eu gemendo, gemendo escutando o movimento das ondas do mar, me excitava, queria que fosse na água.


Me colocou no seu quadril e meus peitões refém da sua bocarra, me compensou com a boca de macho me chupando mordicando os mamilos maltratando-os e gozei gemendo. Meus bicões ficam arrepiados e doloridos, mas satisfeitos.

Desci do doce balanço ele suspendeu a saia do vestido e exclamou.

- " Você me mata de amarelo, infarto na hora, assim me morro de vez, comendo sua priquita."

Gente! Enlouqueci, me livrei do vestido deixando-o na cintura, fico com os seios dourados pelo efeito do bronze e do óleo ... “expostos” “entregue” seduzindo-o. O efeito ... sua boca me chupando algo inesquecível, ele chupava ... mamava... sugava ... e vai para o outro, segurou e chupava ... mamando puxando como se quisesse sugar leite. O que me restava ? Simplesmente gozaaar...


Me pegou no colo e me levou para o varandão me colocou no sofazinho fiquei com o vestido na cintura, os peitões duros, excitados com os mamilos imensos doloridos, mas querendo mais chupadas.

Ahhh! O restante do corpo, exposto com a xoxota vulnerável coberta apenas pela calcinha ele me tarando e eu serpenteando como loba pronta para o ataque. Ele apertou a pica, passou a língua nos lábios eu mexendo nos cabelos.

Mas gente ele tomou uma atitude, se abaixou e colocou as mãos no meu quadril e puxou a calcinha, facilitei e ele me livrou dela. Olhava fascinado meu monte ou melhor bigodinho de Venus aproximou a o nariz e cheirouuuuu ... que sopro do nariz de enlouquecer ...

Colocou a bocarra na xana, na vulva, na xibica aí ... estremeci, que momento !!! Ele abre meus grandes" lábios " e cola com os seus, imaginem o fogo, gemo ... gemo ... e aperto meus mamilos, urro com uma mulher no cio sendo saciada pelo seu macho.

Ele passa o queixo nos pelinhos, fica grudado nos pelinhos, passa no grelinho, confesso ele me mata, ahhh! Vandinho resolve sentir meu “pulso” vaginal e língua na entradinha ... tremula e vai linguando minha boceta tooooda ... todinha me saciando, deixando a priquita inchadinha de vontade de uma rolona dentro. Murmuro.


- "Amor quero mamar me saciar com seu leitinho, quentinho , na pica chupando."

Que homem, nega tal pedido? Nenhum, ele tira a calça, e saca a pingolona da cueca e coloca na minha boca, cheiro toda, suadinha, mas deliciosa, chupo ... chupo ... chupo e abocanho a gostosa picona. Ele extremamente excitado e murmura.


-"Amor, se arreganhe quero meter ... meter na boceta, deixar meladinha de leitinho escorrendo."


Gente que prenuncio de prazer! Me movimentei e coloquei o bundão pra cima no sofazinho e me arreganhei, toda. Imaginem-me potranca nua com o bundão pra cima esperando seu macho para cruzar!! Confesso esperei azeda e senti a carne me invadindo gulosamente minha “ostrinha” eu tremia ... suava ... e mexia o quadril e ele urrando... anestesiando minha xana, tirava e metia ... gozei ... gozei ... gozei com gosto de mais ...

- " Uma egua dessa não se deixa passar, monta-se logo ... domina ... quer ser comida. Amor fique em pé, quero come-la montado no rabão."

Gente!! Que efeito, estremeci, amo ser possuída em pé dando de quatro, me excita extremamente. Me levantei, e seguro na pilastra e coloco uma perna no sofazinho, empino o bumbum, ele mordica minha bunda, gemo gosto e ele chega a lamber meu cuzinho. Gente fui no céu e voltei.


Ele veio e se colocou entre minhas nádegas e enfiiia na xoxota, dói de excitação ... dói gostoso ... dói de tesão, dolorida de vontade, ele come, come, come, sem pressa.


Pasmem! Sim pasmem, com o desejo me consumindo, o tesão me invade e ele come, come, come dando "chibatadas" na xoxota sem dó e gozamos juntos o leitinho escorre ele limpa o excesso na camisa eu passo no meu corpo.

Refeitos percebemos que fomos inconsequentes transando ao ar livre correndo o risco das meninas verem. Elas chegam, jantamos num lugarzinho perto da casa e voltamos, as meninas saem com uns garotos e nos ficamos.

No inicio da madrugada fui para o quarto dele, porta aberta ele me esperando, ahhh! confesso foi divino! O gauchão é um deus do amor, do desejo, do sexo. Subi na cama e me abaixei na frente dele ainda deitado ... segurei a rola e chupei toda com gosto de fome ... o olhei safada e ele sem respiração se contorcendo com prazer ... abocanhei ... segurei e língua na pica toda ... chupei com pressão na cabeçorra ... cheirosa ... avermelhada ... dura ... duríssima ... me afastou e levantou-se.

Ele se puxou, deitei e ele veio e fizemos uma espanhola, estava querendo, ele ema e meteu entre os peitões eu chupando, linguando e cheirando, a bicha com cheiro de sexo querendo.

De repente ele saiu e abriu minhas pernas e chupou tudo meu” mel da xoxotal” ... abriu mais as pernas ... e foi para o cuzinho ... cheirou, cheirou ... urrei abalada como louca ... ele chupando ... se fartando.


Agora em ajoelhado já ereto se posicionou na minha xoxota, xibica, boceta ... pincelou com o pau, cacete, picona, sei lá e ... meteeeeu a pingolona. Pensem como estremeci gritando ... cadenciou ... meteu ... tirou ... meteu ... apertava meus peitões nos bicões e senti um prazer como poucos na vida ... gozando...


Me vira e ele cheira minhas costas toda e se posiciona na bundona e me abri ... ele se curva e com a " picona" enfiou e tenho sobressalto ... os peitões pulam ele cavalgando ... cavalgando eu chorando de prazer ... ele me comendo ... metendo a picona que "encrua" ele me invadindo tudo e gozeeei.

Pensam que terminou? Que nada, safado e aproveitador tirou a rolona e bruscamente me virou e cuspiu na rola e meteu no meu cuzinho, rosnou.


-" Esse rabão desde a praia me tentando, não deixo passar, ainda mais o seu, que só de ver excita qualquer um."


Gente! Entroooou confesso que senti o pesado “calibre” me dilacerando, mas queria, safada facinha incestuosa, e queria aquele homem me comendo toda e ele meteu ... meteu sem dó e nem piedade, socando e tirando me deixando toda arrombada, chorei de verdade com o estrago do pau do homem, ele fissurado batia nas minhas nádegas e num grito horrendo anunciou seu gozo gemendo e finalmente gozamos...

Dormimos juntinhos, porem quando acordei ele já tinha ido, não importa sei que vamos nos ver logo, logo somos alma gêmea. Gente agora posso falar, que inicio de ano prazeroso.


Comentem sem medo e releiam sempre que puder.

Feliz Ano Novo!!

( Pessoal os erros sempre tem, mas é a emoção ao escrever)

Comentários

18 de Janeiro, 2017 às 14:40
DotadoSafado
ótimo conto..sempre que leio fico puto de tesão e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada, as vezes sendo uma evangélica, mãe, dona de casa..crente..comprometida enfim mulher que gosta de ser bem fodida, ou tenha fantasias e desejos mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,quero até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos..e vontade.. whats novo (47) 99212-6411
06 de Janeiro, 2017 às 02:45
Garoto Dotado
WHATSAPP 67 8404-9021 Alguma Safada Louca de DESEJO e TESÃO para Dar!!! ME CHAMA!!!
05 de Janeiro, 2017 às 00:08
Amigo_Dotado
Ótimo conto... Adoro mulher safada que gosta de ser bem fodida, mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,depois de algumas exp. passei a gostar demais de ficar cobiçando uma mulher safada, ou vela se exibindo, até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos..e vontade.. whats (47) 9269-1319
04 de Janeiro, 2017 às 17:43
Kzado_Go
Hummm. Uma delicia de conto. A mulher tbm precisa ter atitude.
04 de Janeiro, 2017 às 17:35
Lobo NOTURNO
Pessoal, dizer o quê!! Estou na praia também!! Demais Anini!! Continuas SOBERANA E ABSOLUTA!! Gente ela é LINDA e QUERIDA!! Não vou nem falar da MULHER GOSTOSA QUE É!! Não há conheço mas estou FASCINADO pela MULATA!! És uma MÁQUINA de PERDIÇÃO!! O que resta a dizer: FELIZ É O TEU PRIMO VANDO QUE SE DELICIA NA GOSTOSA E SAFADA ANINI. AH!! MAS VOCÊ SE REALIZA COM ELE TAMBÉM!! Belo conto.. ENLOUQUECI CONTIGO!! beijos.. Lobo Noturno

1